my life as crazy as it is
Segunda-feira, 18 de Abril de 2005
Surrender...I surrender
DSC01493.a.jpg


Estava a pensar em viver e nas pessoas...e na possibilidade.E de repente senti muito profundamente que queria afastar-me de quem mais gosto.
Senti tanta necessidade disso.

É absurdo.

Mas senti-o...mesmo.
Acredito que estou numa fase em que me devo afastar de quem realmente gosto.É estranho.Acho que é por querer que sejam felizes.
Quero mesmo que sejam felizes...

Sinto que estou como quem vem dar a uma praia...depois de se ter perdido no mar.Morrido afogada.Sinto a areia dura...frio e falta de ar e acordo a tossir,e a tremer.
O espaço é tão grande,tão avassalador...e o mar infinito.
Infinito como a minha sensação de rendição incondicional.Aquele vazio prêenche-me...rendo-me.Rendo-me.
Tudo isto me ultrapassa...o tamanho do céu e o frio nos pulmões fazem-me sentir pequena.É incondicional...não tem tamanho e sinto-o na pele,no meu corpo,no meu volume.Esvazio os meus pulmões...até ao limite.Aguento o impossível.Sustenho-me...e o tempo congela.Abranda....tudo se torna tão suave.Tão suave...

Rendo-me....rendo-me.Rendo-me...

Aware


publicado por aware às 23:37
link do post | comentar | favorito

1 comentário:
De Anónimo a 1 de Maio de 2005 às 09:48
muito bom. muito bem escrito.
e nada mais tenho a dizer
josephjoseph
</a>
(mailto:joseph_duarte@hotmail.com)


Comentar post