my life as crazy as it is
Terça-feira, 30 de Novembro de 2004
Korn...Alone I Break
Quando criei este blog,acreditei que seria mais lido do que de facto é.Ilustra o vazio que é a minha vida,e os infinitos monólogos que existem e sempre existiram na minha cabeça...
Mesmo assim vou continuar a escrever,até que alguém repare,até que alguém me descubra...

Voltei a velhos pensamentos,e consigo perceber que estou a perder os sentimentos outra vez,já quase não sinto nada.Quando finalmente tive a confirmação de que estava doente,é que me apercebi de todos os sinais,e estou a vê-los voltar um a um.

Depressão:(lat.depre-sionis) Termo pelo qual é conhecida na generalidade o síndroma depressivo.O síndroma depressivo ou neurose depressiva é caracterizado por um conjunto de sinais e sintomas que giram em torno de uma perturbação nuclear de natureza afectiva(tristeza,desanimo,melancolia).Coexistem normalmente sentimentos de subvalorização,diminuição da capacidade de investimento,ausência de projectos e uma lentificação psicomotora,mas também sinais de agitação e hipocondria.Podemos falar de depressão reactiva:ou seja uma depressão onde pode ser claramente identificada uma causa,um luto,um insucesso...;de depressão endógena:que surge na ausência de uma causa ou causas despoletantes,estando relacionada a disturbios conhecidos pela designação de Psicoses Afectivas.(...)Vários factores são apontados como responsáveis pela génese das sindromas depressivas,sendo clássico apontar a hereditariedade,os factores constitucionais de personalidade básica,os psicodinâmicos e bioquimicos.(...)

Quando me disseram finalmente que estava doente foi ridículo no principio porque eu estava fartinha de saber que alguma coisa não era normal,mas depois tornou-se numa verdadeira tábua de salvação.Finalmente consegui chegar a conclusões que nunca tinha conseguido alcançar.Pensei que afinal não era perguiçosa,estava doente;que não era lenta só estava doente....Quando deixei de chamar-lhe tristeza,ajudou-me muito.Não sei porquê mas só se acredita em coisas destas quando se lhes chama doenças mentais,porque de facto é o que são!
Tentar viver com um cérebro que nos boicota todos os pensamentos e todos os movimentos é quase impracticável,mas é possivel.Eu lembro-me de querer muito trabalhar,eu lembro-me de sentir o calor do amor do meu gato...da minha mãe.Quando abraçava alguém existia uma emoção ligada a esse gesto.Agora sei que devo preocupar-me quando deixo de sentir a infelicidade,porque depois de apagar todas as outras até essa emoção desaparece,exactamente quando já gostava de a sentir.Não posso gostar de me sentir infeliz mas de facto quando não existe outra sensação,ama-se a tristeza,porque é a nossa tristeza,podemos senti-la,podemos inspirá-la,transforma-se no nosso corpo e quando desaparece eu transformo-me numa concha vazia...no sitio onde já esteve qualquer coisa.Qualquer coisa incrível,e cheia de possibilidades e acções.

Pensava que tinha conseguido sair deste ciclo vicioso mas parece que ainda tenho umas voltas a haver neste infinito.
Peço desculpa por estar assim,sinto a necessidade de pedir,mas de facto a culpa não é minha...apenas preciso de escrever isto.

aware




publicado por aware às 21:33
link do post | comentar | favorito

3 comentários:
De Anónimo a 16 de Dezembro de 2004 às 17:23
Miúda, pensa lá com a cabeça em cima dos ombros, sff!! Já viste bem a vida que tens?! Pudera a muitos poder dizer que entraram na universidade ou que têm pessoal fixe na turma ou até que saem à noite! Queixas-te de barriga cheia, ou pelo menos é o que parece.
Deixa-te disso, n penses como uma mãe com 5 filhos que n tem dinheiro pa lhes comprar sequer 1 lata de feijão!
K idd é k tens? 18? 19? Morreu-t o bixo d estimação?
A vida são 2 dias, 1 foda e 1 cigarro, na vás abaixo só pk deste 1 trambulhão, desde q t levantes tá sempre tudo bem.

E quanto à definição de depressão, eh pah, põe paí coisas mais alegres, senão toda a gent q acaba de ler isto fika vai na vai pa espetar 1 faca na guela! Isso é depressivo, moça!As pessoas dão-te mais atenção por coisas alegres do que por tares mal. E duvido que seja tua intenção passar por coitada! Se te sentes mal, faz qualquer coisa q t faça sentir bem! balança as coisas! :p

Espero que n tenhas levado a mal, mas tenho por hábito deixar as ideias fluirem! N penses nisto como 1 raspanete mas como 1 crítica construtiva.SourCandy
</a>
(mailto:Carbuncl3@hotmail.com)


De Anónimo a 1 de Dezembro de 2004 às 18:52
E estou-te muito grata,não penses que não:)******aware
</a>
(mailto:jani_fullmoon@Hotmail.com)


De Anónimo a 30 de Novembro de 2004 às 23:11
agora fiquei ofendida... quer dizer, venho aqui praticamente todos os dias e dizes que ninguem te liga? bela mentira, mas eu perdoo-te por agora... e sabes, estar em depressão... bem, não é algo que nos possamos orgulhar, eu acho que simplesmente... ficamos assim... tristes, porque a vida as vezes nao nos ajuda a sorrir sempre... eu sei que vais ficar bem, à alturas na nossa vida em que somos assim... depressivos. então imagina eu, que sou muito propicia a uma depressão diária... pelo menos uma vez por semana... beijocas linda e eu tou smp aki*********************************************
(e não, nem tou a tirar a carta, n tenho €.)Karura
(http://blackpenguin.blogs.sapo.pt)
(mailto:karura@iol.pt)


Comentar post