my life as crazy as it is
Terça-feira, 26 de Abril de 2005
Alma a arranhar
36big.jpg

O que amamos é o que não nos custa.

É como se conseguisse ver....é lembrar-me da simplicidade.
Desta maneira consigo ver claramente quem amo e o que amo.Torna-se tudo tão óbvio...

Também me apercebi de que ainda nem começei a viver,a minha vida ainda é nova...tenho de crescer,não gosto de me ver assim.Tenho de mudar.
Penso que hoje me aconteceu uma coisa boa...vi defeitos nos outros e abominei-os....lentamente olhei para mim e vi o mesmo.Vi exactamente o que faço mal e a facilidade e a falta de remorços e de consciência....vi tudo!
E isso é bom...e é dificil.
Ainda nada foi provado...ainda tenho muito tempo para mudar.Dizem-me que é da minha idade.Que é quando nos descobrimos que ficamos absortos em nós.E tudo para lá disso deixa de ter importância.E isso é apenas natural.

Doi-me isto....doi mesmo.

Porque já vi o que faz às pessoas...e no que as transforma.Não quero ficar igual...tenho de me resolver.
Lembro-me do que o Rainman disse...que as mudanças não são automáticas,mas progressivas.Quando vejo o que isso faz...o que isso faz.Ultrapassa-me....cria um vazio que não se consegue evitar,nem preencher.

Isso é o que faz as pessoas serem belas...conseguem conquistar o seu eu.E tornam-se boas...e é fascinante que haja pessoas boas.

Absolutamente fascinante...

E há um caminho...o das pedras,o meu...estranhamente não me lembro de o ter escolhido.
Bem ou mal, tenho o direito de tentar e mesmo que falhe terei ficado mais perto,espero,de qualquer coisa verdadeiramente nobre.Tenho o resto da vida para tornar isto na minha realidade...suspiro.

aware


publicado por aware às 01:43
link do post | comentar | favorito
|

2 comentários:
De Anónimo a 26 de Abril de 2005 às 23:57
É bom ver despontar a esperança...Samuel
</a>
(mailto:unklesamuel@hotmail.com)


De Anónimo a 26 de Abril de 2005 às 15:12
regressa quando sentires que é a hora...*Luís
(http://www.esferovite.blogspot.com)
(mailto:luis.cristovao@livrododia.com.pt)


Comentar post