my life as crazy as it is
Sábado, 26 de Março de 2005
não...
Cristallo-Om_Namah_Shivaya_small2.jpg


Como é possível que eu sinta esta felicidade e não saiba de onde vem?Enche o meu coração e leva-me a dor e a preocupação...mesmo aquela que não devia.

Muitas vezes pensei que não existe nada pior que estar absolutamente consumida pela dor e sozinha.Estar absolutamente feliz e sozinha...raramente o experimento mas acho que é igualmente uma tortura.Uma tortura doçe enquanto a outra era ácida.

O vazio que se manifesta quando tenho o coração a abarrotar de emoção e não estar fisicamente com ninguém,para poder rir...quem me dera que estivesse numa festa com todas as pessoas de quem gosto...e que a noite fosse quente e com o riso no ar.
A minha noite é fria...senti o mundo no meu peito por estar possuida pela luz da Lua...olho à minha volta e as paredes que me confinam olham-me de volta...e sussuram-me nós também não temos a resposta.Quem me dera que o que tenho apertado no peito explodisse numa onda de calor que abarcasse tudo e todos....agora o unico destino,e já o sinto...é que a solidão o esmague...e se torne na neve no gelo que cobre e sempre cobriu o meu coração.

A solidão,tudo mata...todas as emoções consume e extingue.Le vide será ma mort...je le sens...il vien,comme un tueur.Por não ter podido passar esta emoção o castigo será perdê-la.O efémero é tão doce como triste.Mas de uma maneira estranha é isso que o faz ter uma beleza tão alucinante...quanto mais sei,mais sei que nada sei.

Parece que por me sentir feliz tenho de ser castigada.Porquê?Por ter sentido por momentos o sublime?PORQUÊ???porque me condenam á solidão?porque tenho de acordar?porque me condenam ao deserto...sem compaixão?A minha alma cresceu...melhorou,e foi invadida de uma paz,nunca o esquecerei.Por isso sou uma pessoa melhor,mudada.Mas a realidade é cortante e quase nem consigo respirar....será que estou a perder a sanidade?Tenho saudades de quando ele ainda me procurava nos meus sonhos...agora parece tão distante,tão inconsequente.Tudo mudou.E continuo melhor.

Só consigo conter um pensamento...eu existo,o mundo foi feito para mim.Continuarei...

aware*


publicado por aware às 00:30
link do post | comentar | favorito
|

2 comentários:
De Anónimo a 26 de Março de 2005 às 23:45
Jani!!!
Estou feliz por ti! Também eu me sinto feliz às vezes sem razão aparente, iso demonstra que estamos bem connosco próprios e em equilíbrio. Não há por isso que nos censurarmos e castigarmos por iso, muito pelo contrário...devemos aproveitar essa onda de felicidade que nos invade o peito e guardá-la até a podermos partilhar com os outros. Ou simplesmente guardá~la para nós mesmos.
***Samuel
</a>
(mailto:unklesamuel@hotmail.com)


De Anónimo a 26 de Março de 2005 às 00:34
muitas vezes estou sozinha e sinto-me feliz por coisinhas assim... vá, mt significantes para mim mas para os outros nao... sim, por vezes sinto essa solidão, mas nunca deixo d sorrir, mesmo que seja sozinha... porque o amanhã é sempre um novo dia para estarmos com as pessoas que nós amamos. e eu digo-te que nunca te deves auto-destruir por sentires felicidade ou te castigar por tal coisa... se te sentes feliz, SÊ FELIZ!! é tudo o que interessa. beijos linda, adoro-te imenso!! bjs***************Karura
(http://blackpenguin.blogs.sapo.pt)
(mailto:karura@iol.pt)


Comentar post